=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

۩۞۩ A Deusa Bastet e os Gatos ۩۞۩




A Deusa Bastet... e os Gatos..
Muitas pessoas me questiona porque escolhi este nome para este blog....

Quem foi Bastet,?
Qual sua ligação com os gatos?
Porque foi uma Deusa? 
Porque você escolheu esse nome, você cultua alguma religião?

Muitas pessoas são desinformadas em relação alguns assuntos, e não pesquisam sobre e apenas deduzem sobre seu verdadeiro significado e origem.

A Deusa Bastet, era a protetora dos gatos, foi no antigo Egito que apareceram os primeiros felinos da história, os gatos são originários do antigo Egito...

Bastet era uma rainha que protegia todos os gatos,  em seu Palácio, diante de um decreto de Bastet os gatos se tornaram um animal sagrado,

Com a Morte de Bastet, depois de sua mumificação ela foi considerada uma Deusa, e se tornou a Deusa dos Gatos. foi uma das Deusas mais veneradas no antigo Egito devido o seu amor e proteção pelos Gatos, onde é lembrada e cultuada até hoje pelos seus ancestrais.

No Antigo Egito, o gato doméstico, trazido do sul ou do oeste por volta do ano de 2.100 a.e.C., é considerado um ser divino, de tal ordem que, se um deles morrer de morte natural, as pessoas da casa raspam as sobrancelhas em sinal de luto.

Foi construído um santuário para  Bastet, em Bubástis, onde foram encontrados milhares de gatos mumificados, assim como inúmeras efígies de bronze que provam a veneração a esse animal.
Em seu templo naquela cidade a Deusa-Gata era adorada desde o Antigo Império e suas efígies eram bastante numerosas, existindo, hoje, muitos exemplares delas pelo mundo.


Esta Estatueta de bronze da deusa gata Bastet. está no Museu Britânico.




  NO EGITO os arqueólogos encontraram cemitérios inteiros de animais sagrados mumificados. Essa prática cresceu de importância no período mais recente da história do Egito antigo, sob o domínio dos Ptolomeus. Por isso, não deve ser considerada típica da vida religiosa do Egito em seu auge.

OS CEMITÉRIOS de animais estavam situados nas proximidades de seus respectivos centros de culto. Assim, os gatos, que representavam essa deusa Bastet da alegria e do amor, eram mumificados e enterrados em Bubastis.

A MUMIFICAÇÃO DE ANIMAIS e pássaros, em verdade, era muito grosseira e o corpo era frequentemente reduzido a um esqueleto antes de ser envolto em bandagens. Tais bandagens, porém, eram aplicadas com grande habilidade e todos os esforços eram envidados para produzir uma múmia convincente na aparência. Essa múmia de gato, do Período Tardio, por exemplo, está cuidadosamente envolta por numerosas tiras de linho.






Pesquisas: VGitana
Fonte: Livros de Arqueologias 



2017

2017